Saiba tudo sobre o fim do sinal analógico.

Confira orientações do IDEC sobre o fim do sinal analógico.

Desde o início de 2016, o sinal analógico de televisão vem sendo progressivamente desligado nas cidades brasileiras. O processo começou em Rio Verde (GO) e, em 29 de março de 2017, chega a São Paulo (capital e região metropolitana), região mais populosa do país.

Segundo o cronograma definido pelo governo, o fim do sinal analógico será completado em todo o país até dezembro 2018.

Com isso, consumidores que possuem aparelhos televisores mais antigos, sem conversor, precisam se preparar para continuar recebendo o sinal de televisão, que será exclusivamente digital.

Nesse caso, os consumidores podem utilizar conversores digitais ou receptores, que são diferentes. Já aqueles que possuem aparelhos adaptados para sinal digital não serão afetados.

Para orientar o consumidor, o Idec responde abaixo as principais dúvidas sobre o tema. Confira!

Por que o sinal será desligado?

O desligamento do sinal analógico tem duas funções principais: a primeira é melhorar a qualidade dos canais abertos, permitindo que eles sejam interativos (consulta de programação) e com menos ruídos e interferências; a segunda, é possibilitar que a faixa utilizada pela TV analógica (700 MHz), seja liberada para que a rede 4G possa se expandir, permitindo conexão à internet móvel em alta velocidade.

Preciso de uma televisão nova?

Não é necessário comprar um novo aparelho de televisão, pois todos podem ser adaptados ao sinal digital por um conversor, que custa entre R$ 100 e R$ 150.

Atenção! Os televisores comprados nos últimos cinco anos já possuem compatibilidade com o sinal digital. Além disso, aparelhos com o selo DTV, e a maioria das TVs de LED, LCD e Plasma já estão adaptadas ao sinal.

O grupo responsável pela coordenação do desligamento do sinal analógico disponibilizou um site em que é possível verificar se seu aparelho é digital ou analógico.

Conversor digital e receptor digital são a mesma coisa?

Não, são aparelhos diferentes. O conversor digital deve ser utilizado por consumidores que possuem TVs com canais analógicos e precisam do produto para conseguir acessar os canais digitais, por meio de uma antena UHF. É por meio dos conversores que os consumidores terão acesso aos canais abertos em alta qualidade.

Já o receptor digital serve para consumidores que possuem antenas parabólicas, em geral, em locais distantes.

Quem tem TV por assinatura também precisa de adaptador?

Não. Os canais de TV por assinatura já são digitais, contudo não necessariamente possuem alta definição (ou HD, sigla de high definition, no termo em inglês). Para que a imagem possa ser vista em HD, o consumidor pode ter de adquirir um aparelho da operadora que transmita esse tipo de imagem.

De toda forma, os assinantes de TV paga não devem ser afetados com o fim do sinal analógico.

Por que algumas emissoras de TV aberta vão deixar de passar na TV por assinatura?

As emissoras SBT, Record e RedeTV anunciaram que deixarão de exibir a sua programação nas maiores operadoras de TV por assinatura (NET, OI, Vivo, Claro, Embratel e Sky) no fim de março de 2017. A decisão foi tomada por questões comerciais e não tem relação com o fim do sinal analógico, mas coincide com a data de mudança do sinal em São Paulo.

As operadoras de TV por assinatura não têm obrigação de continuar transmitindo os canais abertos, por serem cortesia. Assim, o consumidor que quiser ter acesso a eles precisará ter um televisor preparado para receber o sinal digital por conta própria (sem o sinal da TV por assinatura).

É verdade que o governo dá conversor gratuitamente?

Apenas beneficiários de programas sociais, como Bolsa Família, têm direito a recebimento de kits gratuitos de conversão. A consulta sobre o direito ao recebimento do kit pode ser feita aqui.

Outras informações podem ser obtidas no site: http://www.dtv.org.br/

Posso asssistir à TV Digital no celular?

Uma das vantagens do sinal digital é a possibilidade de assistir conteúdo da TV aberta em telefones celulares, desde que adaptados para tanto.

Leia atentamente o manual de instruções do seu aparelho para verificar como acessar a função de TV Digital e buscar canais.

Caso seja de seu interesse, o consumidor deve comprar um telefone fabricado no Brasil, que seja compatível com as normas de TV digital da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas). Esta é a garantia de que o telefone comprou possui as especificações necessárias para receber o sinal.

Cronograma de desligamento

2017

29 de março: capital e Região Metropolitana de São Paulo (SP)

31 de maio: Goiânia (GO) e cidades próximas

26 de julho: Belo Horizonte (MG), Fortaleza (CE), Juazeiro do Norte (CE), Recife (PE), Salvador (BA), Sobral (CE) e cidades próximas

27 de setembro: Campinas (SP), Franca (SP), Ribeirão Preto (SP), Santos (SP), Vale do Parnaíba e cidades próximas

25 de outubro: Rio de Janeiro (RJ), Vitória (ES) e cidades próximas

2018

31 de janeiro: Curitiba (PR), Florianópolis (SC), Porto Alegre (RS) e cidades próximas

28 de março: Bauru (SP), Presidente Prudente (SP), São José do Rio Preto (SP), São Luís (MA) e cidades próximas

30 de maio: Aracaju (SE), Belém (PA), João Pessoa (PB), Maceió (AL), Manaus (AM), Natal (RN), Teresina (PI), Timon (MA) e cidades próximas

28 de novembro: Boa VIsta (RR), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT), Macapá (AP), Palmas (TO), oeste do Paraná, Porto Velho (RO), Rio Branco (AC), interior do Rio de Janeiro, sul do Rio Grande do Sul, interior de São Paulo e cidades próximas

5 de dezembro: Blumenau (SC), Campina Grande (PB), Caruaru (PE), Dourados (MS), Feira de Santana (BA), Governador Valadares (MG), Imperatriz (MA), São Miguel do Tocantins (TO), Jaraguá do Sul (SC), Joinville (SC), Juiz de Fora (MG), Marabá (PA), Mossoró (RN), Araioses (MA), Parnaíba (PI), Juazeiro (BA), Petrolina (PE), Sobradinho (BA), Rondonópolis (MT), Santa Maria (RS), Uberaba (MG), Uberlândia (MG), Vitória da Conquista (BA) e cidades próximas

FONTE: https://www.idec.org.br/consultas/dicas-e-direitos/fim-do-sinal-analogico-de-tv-confira-as-orientaces-do-idec

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *